História da Literatura Brasileira

História da Literatura Brasileira
5 (100%) 2 votes

Mesmo com muitas influências de outros países, o Brasil conseguiu independência com escritores importantíssimos para o Brasil.

Apesar de muitos movimentos da literatura terem surgido na Europa, em outros países, e depois terem chegado ao Brasil, o nosso país não fica atrás de nenhum deles no quesito de bons escritores, de bons materiais. Certo que a literatura brasileira fora muito baseada na portuguesa, mas foi ganhando independência com o tempo, iniciando o processo durante o século XIX com os movimentos romântico e realista e atingido o ápice com a Semana de Arte Moderna em 1922.

História da Literatura Brasileira

- anúncios -

Os movimentos e seus autores

No Brasil estiveram presentes bastantes correntes que fizeram a história da literatura ser no que se transformou, como o Quinhentismo, Barroco, Arcadismo, Romantismo, Realismo, Parnasianismo, Simbolismo, Modernismo e Neo-realismo.

Já quando sua literatura tornou-se totalmente independente, a partir do modernismo, vários autores se consagraram como Manuel Bandeira, Carlos Drummond de Andrade, João Guimarães RosaClarice Lispector e Cecília Meireles.

Inicio

O primeiro documento que pode ser considerado literatura brasileira foi a carta de Pero Vaz de Caminha, uma prosa contada pelo viajante ao avistar pela primeira vez as nossas terras e conta de uma maneira linda e interessante o que ele encontrou e achou do nosso país. A carta foi enviada para o Rei Manoel I de Portugam em 1500, ano do descobrimento.

A partir de então foram surgindo os movimentos literários que foram chegando também ao Brasil e influenciando nossos artistas e escritores. Sem excessão, toas as correntes tiveram sua importancia, no qual, revelaram granes personalidades que contribuíram para a cultura brasileira ser o que era antigamente e ser o que é hoje.

- anúncios -

Literatura Brasileira Atual

Literatura Atual

Hoje, o grande nome da nossa literatura é o escritor Paulo Coelho, apesar de seus livros serem críticados por alguns intelectuais, são eles que agradam a sociedade de hoje, deixando-o  mais conhecido, alcançando a liderança de vendas no país e recordes pelo mundo. Sem contar também que Paulo Coelho faz parte da Academia Brasileira de Letras.

Mas há também os autores que tem a preferência dos críticos, como Ignácio de Loyolla Brandão, Rubem Fonseca, Moacyr Sciliar, João Ubaldo Ribeiro, Luís Fernando Veríssimo e outros.

Veja Também: Frases de Shakespeare

- anúncios -

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *