Obras de Carlos Fuentes

Obras de Carlos Fuentes
5 (100%) 1 vote

Em 1977 Carlos Fuentes renunciou ao posto em protesto contra a nomeação do ex-presidente mexicano Díaz Ordaz sendo como primeiro embaixador do México na Espanha após a morte de Franco.

Tratando-se de escritores, sejam eles de livros infantis, adultos, de romance ou não, o que vale é ter conteúdo, e quanto a conteúdo, muitos tem o escritor Carlos Fuentes como referência.

Obras de Carlos Fuentes

Índice

O escritor Carlos Fuentes

Nascido em novembro e 1928, na cidade do Panamá, Carlos Fuentes Macías foi um ótimo escritor diplomata mexicano e morreu em 15 de maio de 2012).

Uma pessoa bastante inteligente para a literatura, Fuentes trabalhou também escrevendo novelas, era ensaísta e filho de diplomatas mexicanos. Segundo informações, a infância deste artistas vamos dizer assim, foi bastante corrida, ele passou por vários lugares do mundo na verdade, desde o Rio de Janeiro, Santigo do Clhile e até que voltou para a sua cidade natal em 1965 onde morou.

– Carlos Fuentes, um grande escritor, esta é a imagem que todos temos que guardar de um mero cidadão como ele era, e mais, por sua esperteza e força de vontade ele ganhou até mesmo o título de embaixador do México na França, algo que muitos sabiam que ele poderia dominava.

A vida deste autor realmente foi bastante corrida, inclusive cheia de histórias, se não sabem, ele foi também um grande admirador de Machado de Assis. O autor de ótimas obras morreu aos 83 anos, em 15 de maio de 2012, um dia após ter sido premiado com o título de doutor honoris causa pela Universidade das Ilhas Baleares pela qualidade e extensão de sua obra, enfim, se esta situação foi da vontade de Deus, que descanse em paz não é mesmo, confira a seguir, suas fotos e obras!

Obras de Carlos Fuentes

  • Los días enmascarados – (1954).
  • La región más transparente – (1958).
  • Las buenas conciencias – (1959).
  • Aura – (1962).
  • La muerte de Artemio Cruz – (1962).
  • Cantar de ciegos – (1964).
  • Zona Sagrada – (1967).
  • Cambio de piel – (1967).
  • Cumpleaños – (1969).
  • La nueva novela hispanoamericana (ensaio) – (1969).
  • El mundo de José Luis Cuevas (ensaio) – (1969).
  • Todos los gatos son pardos – (1970).
  • El tuerto es rey – (1970).
  • Casa con dos puertas (ensaio) – (1970).
  • Tiempo mexicano (ensaio) – (1971).
  • Los reinos originarios: teatro hispano-mexicano – (1971).
  • Cuerpos y ofrendas – (1972).
  • Terra Nostra – (1975).
  • Cervantes o la crítica de la lectura (ensaio) – (1976).
  • La cabeza de la hidra – (1978).
  • El Dragón y el Unicornio – (1980).
  • Una familia lejana – (1980).
  • Agua quemada – (1981).
  • Orquídeas a la luz de la luna (1982).
  • Gringo Viejo, 1985, famoso pela adaptação cinematográfica Old Gringo – (1989).
  • Cristóbal Nonato – (1987).
  • Constancia y otras novelas para vírgenes – (1990).
  • Valiente mundo nuevo. Épica, utopía y mito en la novela hispanoamericana (ensaio) – (1990).
  • La campaña – (1990).
  • Ceremonias del alba – (1990).
  • El espejo enterrado (ensaio) – (1992).
  • El naranjo o los círculos del tiempo – (1993).
  • Geografía de la novela (ensaios) – (1993).
  • Diana o la Cazadora Solitaria – (1996).
  • Los años con Laura Díaz (1999).
  • Instinto de Inez (2001).
  • En esto creo (ensaio) – (2002).
  • La silla del águila – (2003).
  • Contra Bush – (2004).
  • Todas las familias felices – (2006).
  • La voluntad y la fortuna – (2008).
  • Adán en Edén – (2009).
  • Vlad – (2010).
  • La gran novela latinoamericana (ensaio) – (2011).

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *