João Cabral de Melo Neto

João Cabral de Melo Neto
5 (100%) 2 votes

Apesar de ser menos popular do que os demais autores e escritores, talvez por ser mais atual do que os demais, João Cabral de Melo Neto tem uma enorme importância devido a sua contribuição na literatura brasileira. Além de escrever poesias, João era um diplomata brasileiro, e representava o país aonde quer que fosse. Ele inaugurou uma nova forma de fazer poesia aqui no Brasil, que é a questão rimas toantes, rigor estético, enfim uma poesia mais popular do que se era acostumado.

João Cabral de Melo Neto

Escola Brilhante oferece cursos gratuitos, rápidos e online!

GARANTIR MINHA VAGA GRÁTISÚltimas vagas!

publicidade

Biografia de João Cabral de Melo Neto

Nordestino da cidade de Recife, Pernambuco, João Cabral nasceu no dia nove de janeiro de 1920 e não tinha como ter outro futuro, a não ser de poeta, afinal, era filho de Luiz Antônio Cabral de Melo e de Carmem Carneiro-Leão Cabral de Melo. E Primo, pelo lado paterno, de Manuel Bandeira e, pelo lado materno, de Gilberto Freyre. Dois dos maiores escritores da literatura brasileira, superconsagrados.

Membro da Academia Pernambucana de Letras e da Academia Brasileira de Letras, recebeu vários prêmios literários devido às suas poesias, a tudo que escrevia.

Seu primeiro livro foi publicado em 1942, chamado “Pedra do Sono”. E passa a ser um dos intelectuais que se reuniam no Café Amarelinho e Café Vermelhinho, no Centro do Rio de Janeiro. Isso, porque fora nomeado Assistente de Seleção do DASP (Departamento de Administração do Serviço Público).

Escola Brilhante oferece cursos gratuitos, rápidos e online!

GARANTIR MINHA VAGA GRÁTISÚltimas vagas!

Depois de publicar várias outras obras como poderão ver logo abaixo e casar-se duas vezes – com Stella Maria Barbosa de Oliveira Stella Maria Barbosa de Oliveira, com quem teve os filhos Rodrigo, Inez, Luiz, Isabel e João e com a poeta Marly de Oliveira – João morre em 1999. Especulava-se que era um forte candidato ao Prêmio Nobel de Literatura.

Obras de João Cabral de Melo Neto

  1. Pedra do Sono (1942)
  2. Os Três Mal-Amados (1943)
  3. O Engenheiro (1945)
  4. Psicologia da Composição com a Fábula de Anfion e Antiode (1947)
  5. O Cão sem Plumas (1950)
  6. O Rio ou Relação da Viagem que Faz o Capibaribe de Sua Nascente à Cidade do Recife (1954)
  7. Dois Parlamentos (1960)
  8. Quaderna (1960)
  9. A Educação pela Pedra (1966)
  10. Morte e Vida Severina (1966)
  11. Museu de Tudo (1975)
  12. A Escola das Facas (1980)
  13. Auto do Frade (1984)
  14. Agrestes (1985)
  15. Crime na Calle Relator (1987)
  16. Primeiros Poemas (1990)
  17. Sevilha Andando (1990)
  18. Tecendo a Manha (1999)
publicidade

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *